28 de fev de 2009

Minha Libertação!


Zumbi - útimo líder di Palmares
-

João Cândido - líder da Revolta da Chibata
-

Carlos Marighella - gerrilhêro, fundadoh da ALN e autoh do "Manual do Guerrilheiro Urbano"
-

Carlos Lamarca - gerrilhêro, fundadoh da VPR
-

Caciqe Xicão Xukuru - chefe dos Xukuru, assassinado em 1998
-
Nun aparei o chicote do luso
pr'agüentah laço di caubói!
Apesah dessa moda nas mente di mano e pleibói...
Recõicido primeramente
pero grande reino dos Iorubá!
-
Minha libertação só vai continuah
si tua intervenção nun se concretizah.
-
Na merma linha do Munvimento 26 di Julho di Fidel
e das Força Armada Revolucionária da Colômbia,
combateno o jugo cruel
do Distrito di Colúmbia.
-
Minha libertação só vai continuah
si tua intervenção nun se concretizah.
-
A respeito da alusão feita aos Iorubá, lêa isto.

28 de jan de 2009

La Mexicana - en 5 momentos

Esta é ua modificação, um aprimoramento da "Mexicana" original. Não qis modificah a postage original porqe me pareceu injusto... No mais, a mudança não foi simplesmente nuns trecho da poesia, maz na própia estrutura, qi ganha mais coesão e sentido. Im "español bolivariano"^^!

La Piel
Quiero decirte que tu piel morena,
que, bajo la saya, tu muslo exhibe,
pobla los sueños deste pobre pibe
y el pecho suyo de deseos llena.

La Sangre
La más bella tú eres, mexicana,
de las hijas que, a costos, nos legaron
los aztecas, que a otros se mezclaron,
perpetuando la sangre americana.

El Sueño
Tus ojos, negros fríjoles, me miran,
haciendo que se desvíen los míos
y, bajo la chomba bañada en ríos,
vean, sin soutién, senos que se atiran.

La Alhaja
Mi carro estaciono siempre delante
del apartamiento en que tú resides.
Vitrina es la ventana en que decides
exponerse cual alhaja a tu amante.

El Lazo
A veces, cogio un guagua y puedo verte,
o, entonces, mejor, séntome a tu lado.
Un día, aún háblote apasionado:
"Una sola cosa quiero: tenerte!"

1 de nov de 2008

Marrom



Os pardo são marrom:
são marromeno preto
e marromeno branco
- marrom vermei di sol!

6 de out de 2008

Festa da Democracia

Nos concedêru o direito divino di escolheh qem vai nos robah: o seu A, o seu B, o seu C ô a dona D. Escolhemo o seu A, pois o bando dele já vem robano nóis há mais tempo, tem mais tradição. É dia di festa!

27 de set de 2008

suor

soa a sirene
saio do sonho
qual o encanto?
onde a sereia?
onde seu canto?
será sereno
o saldo do suor
que encerrou meu sono?

Simples disabafo



Ua mancha branca cobre minha visão,
me impedino di veh a nêga luz da felicidade real.
Eu qero fugih di casa,
cuma um jove rebelde;
saih im busca da causa,
arranjano um emprego.
Qero pudeh ih pro Planalto.



Os sinhô da minha alma têm a pele parda,
maz a mente é branca, e ela qi me prende,
quas corrente di cinco mistério.
Qero fugih, me aqilombah,
trocah um terço por ua terça,
derramah um gole dela na Sigunda,
im prol do munvimento qi me chama,
me chama prà negrada do Planalto.



Qero saih desse curral romano
e seh mais um cavalo livre,
vagano peras pastage verde, sem repôso,
cum vários guia me ajudano nas demanda corriqêra.
Qero ficah discalço e arriscah meu pé;
jogah bola na arêa, no salão;
jogah na roda, arriscano meu rosto;
ficah discalço e teh a terra por apoi
e, adispois, pisah firme e forte
no acolhedoh chão do Planalto.

20 de set de 2008

Morre o único “scertim” do Floyd


Richard Wright, cõicido por Ricardo Scerto entre os Descíclope, acaba di dexah nosso mundo e sua legião di fã, na qual tô incluso. Im sua omenage, vai essa postage:

- Você gostaria di dizeh algo antes di saih?
Talvez você se importasse im dexah claro o qi você sente.
Nóis dissemo ‘adeus’ antes di dizeh ‘oi’!

- O tempo passô.
A canção acabô.
Achei qi eu tivesse algo mais pa dizeh...

Adeus, Wright!
:/
- a postage demorô a saih porqe tô sem podeh acessah a internet -
Grande Wright do lado do Grande Waters!

11 de set de 2008

Terroh!

Oje, 11 di setembro, é um dia pa se ficah realmente triste. Hôve um atentado ao World Trade Center? Sim, fiqei sabeno. Isso foi algo di bom - quas devida reserva, qi fôru as vida das pessoa um tanto quanto inocente. Maz nem tudo foi um mah di rosa na istória dessa data. Nesse exato dia, as Força Armada chilena, comandada pero general Augusto Pinochet, co apoi dos EUA, tomáru o Palácio de la Moneda, iniciano um periudo di 17 ano di ditadura e dano lugah à tomada da nação peros imperialista estadunidense. Vamo fazeh um minuto di silêncio im omenage aos chileno: . Agora, vamo pensah im fazeh algo mais útil. Talvez repetih o qi ocorreu nessa merma data im 2001... Axé.


Ataqe ao Palácio de la Moneda.

6 de set de 2008

Dedo do Bush



Aniversariante do Dia: Roger Waters!

Comentário político: Conferino o blogue do továrixe Zurdo-Zurdo, vi qi realmente não dá pa confiah na "imprensa livre" di jeito ninhum! O atual conflito na Geórgia, cuma eu jamais disconfiei, tumém tem o dedo do sinhô Bush metido!

Omenageano o aniversariante, vamo veh o qi ele podia dizeh sobre essa situação:

"Dê a eles muita liberdade
E eles vão fudeh cum tudo!"

(recriação livre di Too Much Rope - Amused to Death - Roger Waters)

Abaxo, linqe pros comentário sobre a estratégia estadunidense:

31 de ago de 2008

Mejicana

*poema escrito em "Braspanhol-afroamericano"

Quiero decirte que tu piel morena,
que esa corta saya tuya exhibe,
pobla los sueños deste pobre pibe
e el pecho suyo de deseos llena.

La más bella tú eres, mejicana,
de las hijas que, a costos, nos legaron
los Aztecas. (Que a otros se ligaron,
perpetuando la sangre americana.)

Tus ojos, negros fríjoles, me miran,
haciendo que se desvíen los míos
a tu chomba, que, bañada en los ríos,
no tapa el soutién - los senos se atiran!

Mi carro estaciono siempre delante
del apartamiento en que tu resides.
Vitrina - la ventana en que decides
exponerse, cual alhaja, a tu amante.

A veces, cogio un guagua y puedo verte,
o, entonces, mejor: séntome a tu lado.
Un día, aún háblote, apasionado:
"Una sola cosa quiero: tenerte!".

24 de ago de 2008

Qi malvado e antiesportivo o cubano!


É... Não espere mermo ouvih notícia boa sobre Cuba! Aliáis, nem mermo se pode esperah qi as notícia rue sêju dada di forma responsave. Me lembro di ua vez qi a delegação cubana foi agredida no Pan do Rio, acho qi apóis ua partida di vôlei ô randebol, e a Rede Record noticiô apenas qi hôve ua confusão "envolvendo a delegação cubana"! Seno qi durante todòs Jogos Panamericanos, as TV brasilêra vínhu comentano sobre um mau-umoh dos esportista cubano, basta isso pra se pensah qi Cuba havia causado o tumuto.
Agora, nas Olimpíada di Peqim, se repete a "libertinage di imprensa". As rede di tevê brasilêra noticiáru, inté cum muita manchete cômica, a agressão do cubano Angel Valodia Matos e o fato di teh sido banido, junto co seu trenadoh, maz muitas vez sem dizeh o motivo da agressão. E não fôru só as rede privada; eu vi a notícia primeramente na nossa grande "TV pública", a TV Brasil, qi mostrô o fato cum certa comicidade e sem explicação! Não vi, no entanto, essa ênfase na agressão quando se noticiô o caso di Ara Abrahamian, da Suécia, qi, antes di recusah o bronze, havia no final da luta anterioh ameaçado os árbitro e socado ua barrêra.

Da merma forma, por parte do comitê olímpico, se vê um tratamento diferente: a agressão do lutadoh cubano foi seguida imediatamente di seu banimento, assim cuma do banimento do seu trenadoh (por acaso, teria o trenadoh realmente responsabilidade diante disso?); já o sueco pôde competih ainda pero bronze, e, só dispois d'ele teh atirado a medalha ao tapete, foi se "estudah" o qi devia seh feito, haveno a decisão di le retirah o bronze.
Maz ninguém é pago pa discutih esses ponto. "É Cuba? Vamo aproveitah pa frescah!" Acho qi Cuba já tem dificudade dimais nos esporte devido a seus traidoh qi le abandônu, maz nosso povo (brasilêro) inda qeh mostrah a Cuba qi ela deve seguih nosso camim. Nosso camim di vitória, qi se reflete na "belíssima" campanha olímpica do Brasil em Peqim!

Abaxo, um linqe prà notícia sobre o cubano:

Abaxo, um linqe prà notícia sobre o sueco:

9 de ago de 2008

pro amigo Ito

Tu era um dragão feliz,
circundano o teu tisôro,
maz teu tisôro era vivo,
sem um lugah duradôro.
Alce vôho, meu amigo.
Mim comove veh teu choro.

É qi a gente acostumô
viveh na contradição,
viveh DA contradição.
Maz, quando acabah o amoh,
junte todo o disamoh,
qi eu te trago a munição!

Nun venha cum pessimismo
di qi o MAL vai prosseguih,
pois, si prosseguih menoh,
fui vitorioso, aí.
Tudo o qi tu fez por ela
no MAL nun pôde influih.

É qi a gente acostumô
viveh na contradição,
viveh DA contradição.
Maz, quando acabah o amoh,
junte todo o disamoh,
qi eu te trago a munição!

Vidjogueime, bate-papo -
tu procura distração.
Tocano tua guitarra...
Cantano linda canção...
Cante o som da liberdade,
C'ua escopeta na mão!

É qi a gente acostumô
viveh na contradição,
viveh DA contradição.
Maz, quando acabah o amoh,
junte todo o disamoh,
qi eu te trago a munição!

moranduba di abaré - pt. 2



Confirmação, prisão matrimonial,
te contah sobre os meus pôde,
dexah pura ólho o funeral...
Maz cum'é qi tu pôde
massacrah tanto povo,
nos ensinano a pecah
e os pecado ensinano a jugah.
Dizeno qi vô
naceh di novo.
Maz o seh qi agora eu lôvo
tu vai temeh -
pois vai te punih -
é Anhanga!

E eu nun vô mais caih
nos qêxo di moanga!
Eu tenho mandinga,
sô abaeté.
Esses teus agá são moranduba di abaré!
Eu nun vô caih mais nessas
moranduba di abaré!

8 de ago de 2008

Im terra di Sinhô-di-Engém, qem tem chifre é "Cão"!





Meu compade Exu né djacho, não;
maz tem djacho qi se diz cristão,
feito o Juda, lá na comunhão.



Tu, pro mal di Jó, mandô-lh' o djacho,
maz me amostra, qi eu, Javé, não acho,
naz encruziada, o teu despacho.



Cristo, "a qem nem mermo a morte escapa",
"qi oferece a otra face ao tapa",
batizô di Exu o "primêro Papa"!



Qem mandô aqele mói di gente
pa matah, dibaxo do sol qente,
nas Cruzada, aí foi a serpente.



Seu Exu nun tem do mal noção;
é inocente, ingual o seu Adão.
Tem lugah no Édem pr'esse Cão?!

7 de ago de 2008

reincarnação marginal


-Afonso Henriques de Lima Barreto
-Adriano Costa Cardoso Carão

Filósofo?
Lôco?
Precursoh?